MULHERES EM SI

MULHERES EM SI é um trabalho vivencial que traz à luz informações ocultas a fim de nos libertar de medos, traumas e travas inconscientes para que possamos acessar nossa própria força e poder pessoal e então, caminharmos com mais clareza e prazer na vida.

 

Quando comecei este projeto com mulheres, no início de 2019, dei o nome a ele de ‘Mulheres em Cura’ e assim tivemos vários encontros maravilhosos.

Com o passar do tempo a palavra cura foi me incomodando, pois ela traz consigo a informação de que se está doente. E eu não acredito mais na doença, pelo menos não como nossa cultura nos ensinou até hoje.

 

Já sabemos que a doença nada mais é do que uma informação, uma mensageira da alma! Eu diria até que nossa amiga! A melhor delas, inclusive, pois nos fala a verdade!

 

Ela pode vir nos dizer que algo ou alguém está fora de lugar ou faltando, ou que eu estou fora do meu lugar no meu sistema familiar, que é preciso recalcular a rota, reconciliar com histórias e pessoas, ressignificar e compreender velhos traumas infantis, etc..

 

Por favor, não acredite em diagnósticos sem solução. A doença é uma mensageira, só uma mensageira! E o corpo, essa “máquina” indescritível e misteriosa, é o veículo! Ele nunca mente! O corpo sempre tem razão! Ele mostra! Quer queiramos ou não! Precisamos apenas aprender a ler estas mensagens! E é este o objetivo do ‘Mulheres em Si’!

 

A Constelação Familiar e todo o conhecimento sistêmico é a base deste trabalho que, a partir de agora, terá vários formatos: aulas online, grupo presencial e futuramente, um retiro pra gente dar um “reset e um refresh” profundo na vida. Mas além das constelações, também utilizo a Dança Livre como ferramenta de acesso e liberação de memórias, Meditações, Dinâmicas de grupo, o poder dos Cantos e Rezos, Toques de tambor, etc..

 

E por que, agora, ‘Mulheres em Si’?

 

Porque não existe doença ou dificuldades que permaneçam quando estamos no nosso lugar e, consequentemente, em nós mesmas! Ocupando o nosso corpo, trilhando o nosso próprio caminho com nossas próprias escolhas!

 

“No meu lugar eu tenho força” (Bert Hellinger)

 

Quando ocupamos o nosso lugar dentro da nossa família as coisas ‘magicamente’ vão se encaixando e se resolvendo ao nosso redor. É impressionante. Mas atenção, eu não estou prometendo uma solução fácil aqui. Aliás, se liga com trabalhos que prometem o que quer que seja. Ocupar o nosso lugar exige de nós muita consciência e atitudes novas. A parte mágica acontece depois da compreensão que tivemos e da AÇÃO que tomamos! E pra cada pessoa isto acontece em um tempo diferente.

 

A vida é pedagógica e estamos em constante aprendizado. Não tem um lugar pronto pra se chegar.

 

“Você se lembra de quem você era antes do mundo dizer como você deveria ser?”

 

A vida nos pede o novo o tempo todo! Movimento!

 

NINGUÉM VAI FAZER POR VOCÊ O QUE SÓ VOCÊ PODE!

 

Respostas que podem vir deste trabalho:

 

·  Quem sou eu de verdade?

·  Estou perdida, exausta, pra onde ir?

·  Porque não encontro a “cura” pra minha “doença”?

·  Onde está meu poder e minha força?

·  Porque será que tudo que rejeito nos meus pais eu acabo repetindo igualzinho?

·  Por que tenho tanta dificuldade quando o assunto é relacionamento afetivo?

·  Por que minha vida não prospera?

·  Onde estou presa?

·  Como faço pra me cuidar no dia a dia?

·  Qual o caminho do auto amor e da auto aceitação?

 

Fez sentido aí?

 

Vai ser um prazer pra mim ter você caminhando junto.

 

Amor,

 

Marina Rabelo

  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Ícone do Facebook Preto

© 2019 por Marina Rabelo. Todos os direitos reservados